o tempo da escrita

Laura Cohen Rabelo 1. Depois que lancei meu primeiro livro em 2012, fiz uma disciplina na faculdade de Letras em que lemos os nove romances de Machado de Assis em ordem cronológica. Machado lançou os seus primeiros romances em intervalos de dois anos: Ressurreição em 1872, A mão e a luva em 1874, Helena em 1876 e Iaiá Garcia em … Read More

Entrevista com a escritora Tatiana Bicalho

Amanhã, 09/06, Tatiana Bicalho lança o seu primeiro livro, Notícias populares através do Selo Leme na Feira Textura, que acontece à partir das 11h horas no Agosto Butiquim (Rua Esmeralda, 298). Fizemos aqui algumas perguntas a ela: 1. Como se iniciou a sua relação com a escrita?  minha relação com a escrita começa com os cadernos de perguntas e respostas que … Read More

Os jornais mentem! – Sobre “Notícias populares” de Tatiana Bicalho

[Flávia Péret] Outro dia, estava em uma dessas farmácias de bairro com meu filho de três anos. Ele tinha decidido cheirar todos os sabonetes disponíveis na prateleira de sabonetes. Respirei fundo, lembrando-me (como faço diariamente) que o tempo das crianças não é o tempo dos adultos, e decidi esperar o término daquela investigação olfativa. Meio sem intenção, comecei a escutar … Read More

Você não precisa escrever um romance

[Laura Cohen] Para Taís Bravo (texto filho de uma ótima conversa que tivemos)   1. Um amigo poeta conta uma história engraçada: certa vez, ele e outro amigo que também é poeta, foram parados por um jornalista sondando pessoas na rua. Terminada a conversa, o jornalista perguntou a eles as profissões de cada um. O meu amigo respondeu “psicólogo” (que … Read More

Poesia sem síntese – Sobre Quando o céu cair de Danielle Magalhães

[Laura Cohen Rabelo] Penso que os textos aqui do blog são uma espécie de diário público de leituras, de escrita e de experiências em sala de aula. Às vezes posto uma coisa e umas horinhas depois mudo de ideia, da mesma forma que funcionam processos de criação, com aquiescências e negações. Começo assim para falar do livro Quando o céu … Read More

Fôlegos – O pai da menina morta, de Tiago Ferro.

[Laura Cohen Rabelo] Eu estava sentada conversando com minha amiga poeta, a Danielle Magalhães, falando de livros, e ela indicou O pai da menina morta, do Tiago Ferro. Seria a primeira vez naquela semana que uma pessoa que escreve poesia me indicaria o livro – a segunda foi por um post do amigo poeta Diego Vinhas. Eu perguntei a ela … Read More

O desenho em perigo – sobre a exposição “Eu não quero nunca mais seu endereço” de Ana Paula Garcia

[Fotos do post: Carolina Guimarães] Laura Cohen Rabelo Seria impossível para mim falar do trabalho da Ana Paula Garcia de forma distante: a conheci quando éramos adolescentes, ambas escrevíamos e desenhávamos, e frequentamos o mesmo ateliê de desenho por seis anos e ainda estudamos na mesma universidade – ela na Escola de Belas Artes, eu na Faculdade de Letras, sempre … Read More

Sim ou sim – sobre a exposição “Vitrine_algodão”, de Tatiana Blass.

[Laura Cohen] No meu trabalho de fim de curso da FALE, acabei escrevendo sobre alguns trabalhos da artista Tatiana Blass. Para a exposição que está na galeria Celma Albuquerque, a artista acabou me convidando para escrever um texto, afirmando que gostava de convidar escritor para falar do trabalho dela. Escrevi esse texto depois de uma conversa com a Tatiana em … Read More

Uma prática de poesia

[Carina Gonçalves] Em um dos longos áudios de WhatsApp com a Laura Cohen, eu falava da alegria que era escrever poesia, depois de anos insistindo na ficção. Ela, como sempre, autoritária (do bem), pediu que eu fizesse um texto para o blog do Estratégias Narrativas contando a minha descoberta e o meu modo de escrever poesia. Ajuizada que sou, obedeci. … Read More