O que li n°5: abril e maio

Comi mosca, trabalhei demais, comprei livros na promoção doida da 34, agora vim falar dos livros que li em dois meses e não em um só. CONTOS Surtos urbanos – Vera Albers Rolou uma promoção na 34 e eu me propus a comprar uns livros dos quais eu não tinha ouvido falar e tive deliciosas surpresas nesse sentido. Esse pequeno … Read More

O que li nº 4, março/2020

[Laura Cohen] CONTOS Gente melancolicamente louca, Teresa Veiga. Tinta da china, 2015 Teresa Veiga é uma das minhas autoras preferidas; infelizmente é uma autora que publica pouco. Por isso, acabo “economizando” os livros dela: este, de contos, li tão devagar que suspeito ter demorado dois anos para ler tudo. Até cheguei a reler alguns contos. Acho que as histórias do … Read More

O que li nº3 – fevereiro/2020.

O que li de fevereiro com atraso porque estava trabalhando muito. Mas agora que estamos em casa, sem sair, vamos falar dos livros bons que li em fevereiro, no meu carnaval que foi apenas de leituras.   Lembrando que a livraria Quixote daqui de BH está agora com um tele livros: se vocês quiserem, mandem uma mensagem pro zap deles … Read More

Cinco poemas de João Tonucci

João Tonucci (Belo Horizonte, 1985) é graduado em Ciências Econômicas, mestre em Arquitetura e Urbanismo e doutor em Geografia. É professor da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais (FACE/UFMG). Seu primeiro livro está em fase de finalização. Aqui estão alguns dos poemas do volume: segunda pele acordar e lembrar urgentemente que é preciso lavar as roupas … Read More

Cinco poemas de Maraíza Labanca

Maraíza Labanca nasceu e vive em Belo Horizonte. É escritora e ministra oficinas e ateliês de escrita literária no Espaço’a’mais. Escolhemos alguns poemas de Exceto na região da noite (Urutau, 2019) por um motivo especial: na semana próxima, Maraíza Labanca inicia uma oficina de quatro encontros aqui nas EN. A oficina foi pensada especialmente a partir de procedimentos usados na … Read More

O que li n°2 (janeiro, 2020)

Li demais, fiquei remelenta e não vi nenhum filme. [Por Laura Cohen] ROMANCES Torto arado – Itamar Vieira Júnior. Ed. Todavia. Admito que só comprei esse livro porque achei a capa bonita (quem nunca). O nome do autor me pareceu familiar, mas só lembrei quem era depois: ele era meu amigo de facebook e a Adriane Garcia já tinha me … Read More

O mito do escritor sem auxílio

A baguncinha da edição [Laura Cohen] Quando estive em Caruaru/PE pelo Arte da Palavra no ano passado, uma das alunas me disse mais ou menos isso no primeiro dia: “acho tão bonito uma pessoa que senta e escreve um texto do começo ao fim, e sai tudo lindo. Queria aprender isso”. Brinquei com ela: “é, eu também queria”. Era novamente … Read More

O que li n° 1 (dezembro/2019)

[Laura Cohen] Uma coisa que causa siricotico: entrar no ônibus e tem uma pessoa lendo um livro – independente do livro ou de quem lê, eu preciso saber o que a pessoa está lendo. Estou sempre perguntando aos meus amigos: “o que você está lendo?”. E gosto muito de falar do que estou lendo com pessoas que já leram, querem … Read More

Entrevista: Adilson Luiz Quevedo sobre Notícias da Contenda

Na sexta-feira próxima, 27/09, o escritor Adilson Luiz Quevedo lança seu segundo livro, o romance Notícias da contenda (Leme/impressões de minas) na livraria do Cine Belas Artes (Rua Gonçalves Dias, 1581, Belo Horizonte/MG). Batemos um papo precioso com o autor sobre os processos de escrita por aqui: Estratégias narrativas: De onde vieram as ideias iniciais para o livro Notícias da contenda? … Read More

A farsa da ubiquidade: cinco notas sobre “Estar onde eu não estou” de Olívia Gutierrez.

[Laura Cohen Rabelo] Anotações: Eu queria dizer alguma coisa sobre a leitura que fiz sobre o livro Estar onde eu não estou da Olívia Gutierrez (Crivo Editorial, coleção poesia incrível, 2018) desde ano passado, quando o li. Tinha feito anotações, mas as perdi na minha bagunça. Na primeira página do livro, eu anotei “ubiquidade (dicionário)”. Agora obedecendo a esse bilhete … Read More