Dito, não dito, com Carlos de Brito e Mello.

Carlos de Brito e Mello nos visitou no dia 15 de maio, e falou do seu percurso como escritor. Autor de O cadáver ri dos seus despojos (Scriptum, 2007) e A passagem tensa dos corpos (Cia. das Letras, 2009), está no processo de encaminhar para a publicação o seu próximo livro. Carlos Trovão partilhou muito generosamente com a gente seu processo criativo, mostrando todos os suportes que ele usa na escrita: o papel digitado que ele imprime e corrige à mão, uma fase mais final, os caderninhos com seus marcadores, e os mil papéis que vai juntando ao longo do tempo para escrever o livro. Além disso, esquemas que o escritor faz para si mesmo, para compreender a história que está escrevendo.

 

DSC09770

DSC09787

DSC09784  DSC09800

DSC09774

DSC09777

DSC09779

DSC09780

DSC09797

DSC09776

 

 

E ao fim, nosso vinho com caldo, feito pela maravilhosa Mirone Cohen.

DSC09801

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *